Jardim escolar

A jardinagem na escola não significa apenas capinar, regar ou sujar as mãos. A jardinagem ensina as crianças a desenvolver a paciência, para obter uma sensação de contato com a natureza e como lidar tanto com os êxitos quanto com os fracassos. Envolva-se com um jardim escolar. É muito simples.
Por que um jardim escolar?
Mais e mais professores e pais estão descobrindo o enriquecimento que a jardinagem na escola e o trabalho em campo podem trazer para a aprendizagem e a vida cotidiana. O jardim escolar ensina às crianças sobre a sustentabilidade e como se aproximar com a natureza. Um jardim ou uma horta oferece uma oportunidade para a melhoria da saúde, a educação nutricional e a orientação do consumidor. A jardinagem na escola não se limita apenas em oferecer um conhecimento de horticultura às crianças, mas também, fazê-las se exercitar e experimentar os ciclos da natureza. As atividades conjuntas, como a colheita de batatas, reforçam as suas competências de cooperação e trabalho em equipe. O cultivo de mudas incentiva a comunicação, a criatividade e o uso do conhecimento adquirido. Estas são as habilidades mais importantes que se precisa para viver de forma sustentável e agir responsavelmente como um adulto. Além disso, um jardim na escola também pode ser um lugar de inclusão e integração, facilitando o encontro entre gerações.

Como tudo começou

Trabalhar no jardim da escola

Você está entusiasmado com as possibilidades de um jardim escolar e quer realizá-lo? Aqui estão algumas dicas sobre o projeto:
•    Encontre parcerias. As pessoas chave para o seu projeto serão, em primeiro lugar, a diretoria da escola e o zelador, seguido pelos pais e professores.
•    Crie um conceito por escrito com sugestões de localização, tamanho e conteúdo do jardim escolar. Receba as crianças envolvidas também. Liste as vantagens de um jardim escolar para os alunos, os professores e, não menos importante, para a imagem pública da escola. Anote suas áreas de interesse, e as áreas em que você e colegas necessitem de apoio.
•    Procure consultas e assistência de jardineiros escolares experientes e evite os típicos "erros de principiante".
•    Considere se a escola poderia formar parcerias para a utilização do jardim. Por exemplo, com uma pré-escola ou uma casa de idosos do local. Desta forma, o jardim escolar também pode ser um lugar de troca, encontro e integração.
•    Se uma escola não tem espaço para um jardim escolar, talvez haja uma associação com espaço disponível. Você também pode encontrar pessoas que estarão dispostas a molhar as plantas durante as férias escolares ou para ajudar com as podas.
•    Você pode pedir doações de agropecuárias, viveiros de árvores ou cooperativas e bancos. Secretarias municipais para parques, o ambiente ou a construção também podem ser fontes de material livre.
•    Uma vez que todos os participantes estão de acordo e tendo a certeza que querem a criação do jardim escolar, se o financiamento está em vigor e o projeto foi aprovado, então você pode começar.

Para onde vamos

Tire partido da euforia e da atenção da cerimônia de abertura para o próximo passo no jardim escolar. É importante que a equipe do jardim escolar tenha habilidades de trabalho que definam suas responsabilidades. Não pense que todo o trabalho necessário de cultivo pode ser feito pelos alunos. Um jardim negligenciado com plantio infestado de plantas daninhas tornará difícil encontrar ajudantes e provará a razão dos críticos.
•    Antes do jardim escolar começar, deve haver uma reunião da equipe para considerar como o jardim pode ser usado em todas as disciplinas. Frutas, legumes e ervas podem ser usados na cozinha da escola ou entregues aos alunos no intervalo. Matemática ou aulas de arte também podem ser ensinadas no jardim da escola. Isso ajuda os alunos e professores a notar o jardim com um olhar diferente. Um suporte confiável da direção da escola, por exemplo, nos horários de classe, é essencial.
•    Fale sobre os sucessos com a equipe, a associação de desenvolvimento e com os pais. O sucesso pode ser o alcance de um objetivo, o ganho de uma competição, a aquisição de uma doação ou o auxílio de ajudantes voluntários.
•    Crie uma estratégia de como o jardim da escola será mantido durante as férias escolares: talvez as pessoas possam "adotar" um cultivo. Isso poderia ser destinado a alunos, pais, avós ou outros que estão dispostos a ajudar. Frutas, legumes maduros ou um pequeno grupo de flores poderá ser tomado como uma "recompensa". É viável a criação de um sistema de irrigação automático de água, pelo menos, para algumas das plantas.
•    Planeje eventos no jardim da escola e também convide representantes públicos, como o prefeito. Essas ocasiões são uma oportunidade para as escolas brilharem e receber apoio.
•    Funções da escola, mercados semanais e outros eventos são uma ótima maneira de vender produtos da horta e arrecadar dinheiro para as compras. Este apoio é também importante para os alunos.
•    Certifique-se de que o jardim possua uma presença no site da escola, mantendo-o atualizado. Mantenha-o noticiado e mostre o status do seu projeto.